Pesquisa no blog

Carregando...

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Como receber a palavra de Deus

Resultado de imagem para Como receber a palavra de Deus



por Jordan Standridge

Você já pensou na frequência com que é exposto à palavra de Deus?
Cada vez que você abre a Bíblia para se encontrar com o Senhor, o Deus do universo fala. Cada vez que você vai a um pequeno grupo e discute uma passagem da Escritura, ele está falando. Quando você cita versículos de cabeça, Ele está falando. Quando exposto à Sua palavra, Ele te fala quem Ele é, como viver, como as pessoas são e até sobre o futuro.
É algo muito perigoso ser exposto à palavra de Deus, pois, toda vez, uma dessas duas coisas acontecem: ou você se torna mais parecido com Jesus Cristo, ou será endurecido à verdade e se torna mais frio em relação a Jesus.
Steve Lawson diz o seguinte em sua biografia de João Calvino:
“Nós devemos ter a mesma reverência com as Escrituras que temos para com Deus, pois ela vem dEle mesmo, e não há nada nela que seja do homem”. Essa era a fundação inabalável da pregação de Calvino – a autoridade da Escritura divinamente inspirada. Ele cria firmemente que quando a Bíblia fala, Deus fala”
Por causa desse perigo de ser exposto à Escritura, Tiago, o irmão de Cristo, em Tiago 1.19, está preocupado com a Igreja. Ele já os alertou sobre a iminência da tentação, da perseguição, e agora quer que eles estejam preparados para receber a palavra de Deus. Nesse único verso ele dá três curtos imperativos que nos lembram da importância de como reagir à palavra de Deus quando somos expostos a ela:
Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.

Pronto para ouvir

As pessoas tem dificuldade para ouvir, hoje em dia. Recentemente assisti o filme Bambi com meus filhos, e fiquei chocado com a lentidão dos personagens, com o quão pouco acontecia na tela. Os desenhos de hoje em dia são muito diferentes, tudo é mais rápido, maior, mais brilhante, com muito mais coisas acontecendo. Precisamos encarar o fato de que temos dificuldade para prestar atenção. E Tiago quer que nos certifiquemos que estamos alertas e ouvindo sempre que ouvimos sobre Deus.
Precisamos nos preparar com antecedência. Para ouvir a palavra, precisamos estar alertas. Precisamos dormir o suficiente, orar, nos arrependermos de nossos pecados e nos esforçarmos para deixar de fora nossas tentações e distrações para que possamos estar plenamente preparados para nos colocarmos sob a Escritura.
Em Tiago 1.21, ele nos diz para nos despojarmos de toda a impureza; em outras palavras, precisamos limpar nossos ouvidos. Você provavelmente já viu o ouvido de uma criança cheio daquela cera horrível. Eu já tive que limpar alguns assim. Da mesma forma, nós precisamos limpar nossas pressuposições equivocadas e substituí-las pelas de Deus. Devemos vir à palavra prontos para ouvir e prontos para sermos transformados, porque nada pode nos mudar à parte da palavra de Deus.

Tardio para falar

Em outras palavras, “cale-se!””. Pare de falar consigo mesmo. Se, quando alguém te confronta, você já fica na defensiva e começa a se defender ou mudar o assunto, é provável que você esteja falando muito rápido e não esteja ouvindo. Durante o sermão, sempre somos tentados a pensar “uau, eu queria que o ______ estivesse aqui para ouvir isso!”, ao invés de deixarmos a palavra de Deus nos moldar. Ou, talvez, na metade do sermão, você já está pensando no que vai fazer após o culto ou após a reunião do pequeno grupo. Ou, durante a leitura da Bíblia, de alguma forma você lê um capítulo inteiro e não se lembra de uma única palavra que leu porque estava pensando em outra coisa o tempo todo. Pare, cale-se e ouça a palavra.
Receber a palavra significa que você não é tão rápido para dizer o que pensa. Você não é um tagarela que dá sua opinião sobre tudo antes mesmo de ser perguntado. Precisamos praticar o ouvir e praticar o não falar, pois quanto menos você pensa sobre o que você tem a dizer, mais você pensará sobre o que Deus tem a dizer.
Se você valoriza sua opinião e pensa muito de si mesmo, então a palavra não vai significar muito para você.

Tardio para se irar

Você precisa estar disposto a admitir para si mesmo que você é imperfeito. É fácil fazer isso na salvação. Quando fomos convertidos, dissemos que somos pecadores terríveis e merecíamos o inferno. Mas o processo da santificação só pode acontecer se você estiver disposto a continuar a dizer que é pecador. Que você continua precisando de ajuda. Uma das formas de saber se você está recebendo a palavra de Deus com a atitude correta é se você é tardio para se irar quando é confrontado pela Bíblia. Seja o pregador, alguém do grupo de estudos ou mesmo algum amigo próximo, precisamos ser tardios para nos irarmos quando enfrentados pela palavra de Deus.
Como reagir à confrontação?
A chave para receber a palavra de Deus é mansidão. Veja Tiago 1.21: “acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma”. O ponto dessa passagem é receber a palavra de Deus, mas a única forma de recebê-la corretamente é por meio da mansidão.
  • Ser pronto para ouvir só vai acontecer se, com mansidão, você entender que precisa ouvir a palavra. Você absolutamente precisa dela!
  • Ser tardio para falar só vai acontecer se, com mansidão, você crer que o que você tem para dizer não é tão importante, e o que realmente é importante é a Bíblia.
  • Por fim, você pode avaliar sua mansidão quando é confrontado pela palavra de Deus e não se ira, mas humildemente admite que precisa mudar.
Assim, como sabemos se estamos recebendo a palavra de Deus e ela está frutificando em nossas vidas? Tiago 1.22 diz que há um resultado. Você irá praticar o que ela diz! A resposta correta à palavra de Deus sempre irá resultar em aplicação. Quando somos expostos à palavra de Deus, se aplicarmos esses versos, estaremos mais do que prontos para obedecer nosso Senhor em tudo.
Traduzido por Filipe Schulz | Reforma21.org | Original aqui
Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.